Espaço em Branco

02/09/2009

Fechei com o Belchior!

Filed under: Sem categoria — 1988anapaulapinto @ 1:35

Belchior_Cora%C3%A7%C3%A3oSelvagem_capa

 

Na semana retrasada, o Fantástico levantou um mistério: Por onde anda  Belchior? O cantor e compositor, que teve suas musicas gravadas até pela Elis Regina mas estava vivendo uma fase de ostracismo simplesmente sumiu do mapa, evaporou, desapareceu! Eu já estava achando que o cara tinha se matado ou tinha sido sequestrado sei lá,o cara estava devendo R$20,000 reais de estacionamento e o passaporte estava na casa dele,os alimentos que estavam na geladeira estavam apodrecendo só podia ser morte ou sequestro, mas no último domingo  o Fantástico fez o “favor” de achar o sujeito, que estava escondido lá nos cafundós do Uruguai. Belchior não quis falar sobre a família e aí entendi tudo.

O cara queria era dar um tempo, respirar um pouco de ar puro devia ser muita gente xereta buzinando no ouvido do cara. Olha concordei com a atitude dele, quero nem saber se a familia ficou preocupada, as vezes só sumindo do mapa para se ter um pouco de paz.Eu acho que conviver muito tempo com seres humanos pode ser extremamente tóxico, tem que dar um tempo mesmo, ainda mais se for família. Pode ter sido uma atitude irresponsável, mas completamente justificável. Faria o mesmo.

E vamos todos cantar: Foi  por medo de avião…

PS: Para quem não concorda, recomendo o filme Parente é Serpente, uma comédia italiana deleciosa onde as relações familiares são questionadas.

Anúncios

2 Comentários

  1. Coitado do Belchior!

    Nem nos cafundós do Judas, o cara teve sossego…

    Sabe o que ele poderia ter feito?

    Assim que os abelhudos aparecessem, um tiro de bazuca no meio do cú de cada um, resolveria a questão!

    Comentário por Nadja Prado — 05/09/2009 @ 3:38

  2. Ás vezes, eu tenho vontade de pegar um trem, sabe?
    Um trem sem parada, sem destino. Melhor, adoraria ser abduzida, ficar uns tempos somente na companhia dos ETS.
    Como bem disse, as pessoas são tóxicas (raras exceções), o ser humano é podre e a sociedade fede!
    Há dias me que gostaria de sair com um porrete nas mãos e mergulhar bem no meio na cabeça de quem ousar me dizer: “O que é isto?”
    Parentes? Bem, minha família é pequena e não é tão ruim assim.
    Mas existem aquela gente que se torna parente na marra, sabe? Não tem jeito…
    Minha vontade?
    Colocá-los todos juntos dentro de um foguete com destino ao inferno sem direito à volta.

    Dia de Fúria na companhia de Hannibal Lecter seria tudo de bom!!!!

    Comentário por Nadja Prado — 05/09/2009 @ 3:32


RSS feed for comments on this post.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: