Espaço em Branco

06/06/2009

A arte de ser ator e empatia

Filed under: Sem categoria — 1988anapaulapinto @ 2:03

 

Eu li recentemente que a atriz Taís Araújo será a próxima Helena de Manoel Carlos e com isto a moça vai entrar para a história da dramaturgia brasileira, pois será a primeira Helena negra e a primeira atriz negra protagonista de uma novela das 8h00.

Acho isto legal, apesar de achar que o Brasil está muito longe de deixar  ser um país racista acredito que isto seja um avanço e blablablá. Mas o que eu queria discutir mesmo é a atriz Taís Araújo.

Não que ela não seja uma atriz talentosa, ela é talentosa e tudo, mas é que ela não me convence muito. Como disse ela é talentosa e esforçada mas não consigo sentir o que chamo de empatia pelos personagens que ela faz, parece que o esforço dela fica visível diante do público. Não sei se é a falta de simpatia que ela transmite( já me disseram que ela beira o insuportável como pessoa, mas não posso afirmar),ou se o jeito se é o jeito dela atuar mesmo, só sei que quando a vejo atuar parece que algo fica forçado, não rola química ou como disse empatia.Mas não é só ela não, parece que isto atinge a maioria dos atores “globais”.

Para ficar mais claro, vou citar um exemplo contrário: Kate Winslet( para não citar as divas Greta Garbo, Gloria Swanson, Bette Davis, Fernanda Montenegro, Meryll Streep etc). Quando vejo uma interpretação da Kate, a última coisa que vejo é a Kate Winslet! É impressionante como ela consegue mergulhar num papel e se transforma naquilo que está interpretando. Ela nos convence diretinho de que está feliz, triste, amando, odiando… E imediatamente rola uma empatia com suas personagens. Talvez por ela ser uma pessoa fascinante(não leia-se simpatica) na vida real, não sei ou por ela ser uma atriz extraordinária, só sei que Kate Winslet e tantas outras atrizes, não tem só talento, mas tem algo a mais, uma coisa intensa e sem nome que causa empatia no público.

Resuma da ópera: Não basta ser só bonita, ser esforçada ou ser até talentosa.Tem que ter algo a mais, um brilho, uma luz ou seja lá qual for o nome que isto tenha. Coisa que infelizmente Taís Araújo, por mais que ela seja bonita, esfroçada e talentosa não tem. Fica a dica Rede Globo!

Anúncios

2 Comentários

  1. Não gosto da Taís Araújo como atriz, talvez nem como pessoa.
    Até agora ela não conseguiu se desvencilhar da péssima atuação que fez na telenovela Xica da Silva onde aparecia regularmente com cara e trejeitos de louca.
    Para quem assistiu o filme Xica da Silva (1976) com Zéze Motta é quase impossível gostar da atuação de Taís Araújo…
    Sua participação na última novela que atuou na Globo em que ela interpretava uma moça rica, filha de um político corrupto, comprovou que não estou enganada.
    É um rosto bonito, nada mais.

    Comentário por Nadja Prado — 06/06/2009 @ 15:29

  2. Não tenho nada contra Taís Araújo, pra mim ela não faz também muita diferença sabe?
    Mas a Kate é indiscutivelmente ótima!!!!!
    Além de ser musa né??
    Ela junto à Jennifer Connelly são minhas favoritas!
    Ah! Sem esquecer da Renné Zellweger!
    🙂

    Comentário por Sabrina — 06/06/2009 @ 11:53


RSS feed for comments on this post.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: