Espaço em Branco

30/05/2009

Roy Lichtenstein

Filed under: Sem categoria — 1988anapaulapinto @ 22:30

Hoje eu não estou muito a fim de escrever, por isso vou postar algumas obras de Roy Lichtenstein que valem mais que mil palavras.

 

 

 

Anúncios

29/05/2009

A Hora da Estrela

Filed under: Sem categoria — 1988anapaulapinto @ 1:50

Hoje vi na Faculdade o filme A hora da Estrela de Suzana Amaral e recentemente li o livro homônimo de Clarice Lispector.

Que obra prima!

Tô para ver uma obra que faça uma análise tão profunda da alma feminina quanto este livro( e consequentemente o filme).É impossivel não ficar tocada com esta obra, a menos que você tenha uma pedra no lugar do coração e vento ao invés de uma alma.

A história mostra a agonia, a aflição e todo o processo de desenvolvimento do escritor Rodrigo S.M ao escrever a história de Macabea, uma jovem nordestina que tenta a sorte no Rio de Janeiro.Aliás, é aí que está toda a “graça” da história: Macabea não é uma heroína típica de um romance. Macabea é sem graça, sem sal, sem viço, não sabe de nada, ela não é nada e não faz falta a ninguém.

Então por que ela fascina tanto, nos incomoda tanto? É porque Macabea somos nós. Clarice brilhantemente conseguiu retratar em um único personagem toda a fragilidade, a passividade do ser humano, em especial, as mulheres.Afinal de contas todos nós somos nada, não sabemos de nada e um dia simplesmente vamos deixar de existir.É lógico que a Macabea é o extremo disto, ela quase não existe,mas todos nós de um certo modo nos identificamos com ela. E o engraçado é que os outros personagens são tão reconhecíveis quanto ela.Nós tambem temos um pouco da agressividade de Olímpico, a voluptuosidade de Gloria e a safadeza da cartomante.

O engraçado é que esse é o último livro de Clarice, foi lançado pouco tempo antes dela morrer. Talvez por isso mesmo este livro seja tão amargo já que provavelmente Clarice já tinha conhecimento de sua doença e resolveu colocar tudo para fora.

Em tempos de Mulheres frutas, senhoras sem noção e cultuação a qualquer um que aparece na mídia, Saber que existiu gente como Clarice Lispector é um grande prazer.

 

28/05/2009

O tempo passa…

Filed under: Sem categoria — 1988anapaulapinto @ 3:39

… O tempo voa e o Bamerindus continua numa boa!

Bem o Bamerindus não continuou numa boa, mas que o tempo voa isso é inegável.

Pois parece que foi ontem que eu estava aflita com os preparativos da minha formatura no Júlia Kubtishek e sonhava em entrar na Facha.

Pois se passaram 3 anos desde então, já estou caminhando para o 6° período da faculdade de jornalismo da Facha e já estou começando a ficar aflita com os preparativos da minha formatura. Não é louco isso? O tempo passa tão rápido pela gente, aquilo que a gente umm dia sonhava, vira realidade e então adiquirimos novos sonhos e em breve realizaremos este sonhos ou então eles deixam de fazer sentido, adiquirimos novos sonhos ou metas como prefirirem, enfim… Isto se desenrola durante toda a nossa vida, até que um dia PUM! Simplesmente deixamos de existir.

A única coisa que tenho medo e me perder neste caleidoscópio que é vida e deixar de fazer,aproveitar, viver alguma coisa que a vida nos oferece.

Tô filosofando muito, é melhor eu ir dormir

Fui!

Música do Dia:

Filed under: Sem categoria — 1988anapaulapinto @ 2:57

Angra – Stand Away

 

Sem comentários…

27/05/2009

Omo o quê?

Filed under: Sem categoria — 1988anapaulapinto @ 14:15

 

 

 

 

Hoje de manhã estava mudando de canal, quando parei no programa Mais Você apresentado pela Ana Maria Brega, ops Braga. Ela interrompeu uma receita qualquer e foi fazer a propaganda do novo sabão em pó Omo.Eu já não gosto desse lance de interromper a programação e fazer propaganda(coisa típica dos programas de donas de casa), acho grosseiro, fica uma coisa forçada, mas vá lá.

O que me impressionou mesmo foi a tal novidade do sabão em pó Omo. O Omo tanquinho. Segundo a Ana Maria, este sabão em pó foi feito “exclusivamente” para ser usado em tanquinho, já que o sabão dura umas três lavagens.

Quer dizer que todos os outros Omos só foram feitos exclusivamente para máquinas de lavar?Nehum deles servem para lavar no tanquinho??Que só agora uma alma caridosa fez um sabão em pó exclusivo para a prima pobre da máquina de lavar??

Faça-me um favor né! Fico impressionado como esse pessoal da publicidade acha que o povo é trouxa.Ou vai ver que o povo é trouxa mesmo, pq só sendo muito trouxa para cair nessa lorota de sabão em pó para isso, detergente que faz aquilo,panela que não suja e etc.

Até onde eu sei, sabão em pó é tudo a mesma merda, que diferença faz se é para tanquinho, ou para máquina de lavar.Daqui a pouco vão inventar um sabão em pó para quem lava roupa na mão rs.E o pior é que vão comprar.Assim como deve ter um monte de “amélias” atrás do “Omo Tanquinho”.

Eita povinho alienado.

Bem Vindos!

Filed under: Sem categoria — 1988anapaulapinto @ 13:35

Criei este espaço para falar sobre tudo, tudo mesmo que vier a mente!

Opiniões, criticas, desabafos e abobrinhas em geral!

 

Agora Vai! rs.

 

Bjks.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.